Posts Tagged ‘prata’

beegee-margenyte-gavin-oneill3

O luxo futurista

Com uma proposta glam future, o editorial Future Rising do site Fashion Gone Rogue, mescla texturas e detalhes em tons dourados e prateados.

A modelo Beege Margenyte posa para Gavin O’Neill com roupas de griffes como Alexander McQueen, Prada e Dolce & Gabanna com o styling cuidadoso de Newhear Ohannian.

Confira:

beegee-margenyte-gavin-oneill5 beegee-margenyte-gavin-oneill6 beegee-margenyte-gavin-oneill7 beegee-margenyte-gavin-oneill beegee-margenyte-gavin-oneill1 beegee-margenyte-gavin-oneill2 beegee-margenyte-gavin-oneill3 beegee-margenyte-gavin-oneill4

DSC_0032

Fazendo uma joia…

Já faz um tempão que a gente tá afim de postar como é mais ou menos o processo de fabricação das peças e ainda não tinha sido possível, mas este dia chegou e hoje vamos mostrar um pouquinho disso tudo!

Essa semana recebemos mais uma encomenda da Cássia Guerra que além de blogueira é agora apresentadora de tv. Ela queria um anel de falange fofíssimo, daqueles de nó. E a gente fez…

Tudo começa com a prata sendo fundida dentro dessa “panelinha” da parte superior da foto, que se chama cadinho. Depois de derretida, é jogada na forma abaixo, formando uma barrinha de prata.

A0

Aquela barrinha vai direto pro laminador, que é é uma máquina parecida com aquelas de fazer macarrão e massas em geral. Aqui no atelier ele é manual, com manivela mesmo, mas existem elétricos, um pouco mais perigosos.

A1

 De tempos em tempos é preciso recozer, ou aquecer, o metal, e dar um choque de água fria, pois senão ele vai endurecendo e perdendo a maleabilidade.

A2

O passo seguinte pro fio ficar redondinho, e não quadrado, é passá-lo na fieira, que é uma placa com vários furinhos de tamanhos diferentes.

Se me dissessem que a expressão “tá puxado” veio dessa tarefa, eu nem duvidaria, pois apesar de parecer simples, para mim, é uma das partes mais cansativas do processo.  Coloca-se o fio por trás e puxa-se a ponta com um alicate (e com uma força danada).

A3

Depois de o fio pronto, corta-se do tamanho certo e molda-se como quiser.

A4

Pra segurar o nó no lugarzinho certo faz-se a solda. Pra dar uma ajudada se usa soldarón, a solda de prata, e claro, o maçarico.

A5

Depois de tanto alicate, martelo, fogo e solda, é necessário dar aquela lixadinha, com várias lixas de diversos níveis de abrasividade para dar acabamento na peça.

A6

Por fim, polir! É o que dá brilho no anel.

A7

Depois de polir com a escova, uma polidinha extra com jeans ou algodão.

A8

 

Ah! E claro que não pode faltar aquela limpezinha 🙂 .

a9 A10

 

No caso dessa peça, ela ainda vai levar uma folheação a ouro, mas aí é outra história…

Gostaram?

Assim dá pra conhecer mais do processo de joalheria artesanal e entender o valor que este trabalho tem 😀

Bom final de semana!

Dicas de Cuidados

Hoje vamos falar sobre como cuidar bem suas jóias de prata!

Futuramente incluiremos uma página com todas as recomendações necessárias para os cuidados com seus acessórios. Enquanto isto não acontece, vamos dando algumas dicas pelo nosso blog.

 

 

Nossas peças em prata são feitas de uma liga 950 –  95% de prata pura e 5% de cobre – que pode ser também conhecida como prata de lei, como são chamadas as ligas que possuem mais de 92,5% de prata.

 

 

Já que este metal nobre, por razões variadas, como proximidade ao mar, PH da pele ou do próprio cuidado com a peça, oxida com certa frequência, é necessário um certo grau de manutenção.

Para a limpeza da sua joia, você pode usar produtos vendidos no mercado, como Silvo ou as flanelinhas de limpeza, ou limpar em casa.

 

 

Para fazer a limpeza em casa, basta colocar a peça em água e um pouco de sabão de coco, fervendo por aproximadamente 3 minutos. Depois disto, lavar a joia em água corrente.

Sempre usar um papel ou tecido macio (flanela por exemplo) para secar sua joia.

Esperamos que o post lhes seja útil!

Boa semana!